enxerto gengival

Enxerto gengival: conheça esta técnica

O enxerto gengival pode ser essencial para recuperar a estética e função em procedimentos com próteses dentárias e implantes. O seu objetivo é harmonizar e melhorar o resultado de diversos procedimentos em odontologia. Portanto trata-se de um procedimento sofisticado e bem dominado pelos Dentistas que atuam nesta área.

A reconstrução de gengivas retraídas ou atrofiadas é um procedimento cirúrgico sofisticado mas que pode ser imprescindível para recuperar a harmonia do sorriso. Enxertos gengival coletado do próprio paciente ou proveniente de fontes biológicas manipuladas podem ser necessários ao tratamento. Em determinadas situações, ela pode ser a única opção para corrigir falhas estéticas e funcionais em tratamentos com próteses dentárias, laminados cerâmicos e até mesmo implantes.

Casos indicados para enxerto gengival

As indicações para uso de enxertos de gengivas vão muito além dos procedimentos para recobrir raízes dentárias expostas. a técnica com enxerto gengival tem resultados efetivos e múltiplas utilidades, seja para reconstruir a arquitetura gengival em áreas com dentes ausentes ou para aumentar o volume gengival. Confira as indicações:

  • Melhorar o resultado estético e funcional com próteses dentárias fixas;
  • Incrementar o volume das gengivas para fins estéticos;
  • Prevenir a recessão tecidual em indivíduos com biotipo gengival fino;
  • Corrigir gengivas acinzentadas;
  • Recobrir raízes dentárias expostas.

Por incrível as gengivas das pessoas não são iguais. Enquanto para alguns elas apresentam-se espessas e firmemente queratinizadas, para outros o que se vê são tecidos gengivais finos e delicados, que estão associadas a recidivas frequentes quando comparadas a tecidos espessos e resistentes. No entanto o biotipo fino para gengivas não é impeditivo para enxerto gengival, exigindo apenas exigindo técnicas cirúrgicas diferenciadas.

Técnicas de enxerto gengival

A cirurgia plástica gengival possui dezenas de variações técnicas desenvolvidas para solucionar problemas específicos. Com relação ao tipo de enxerto gengival utilizado o fator mais importante no sucesso do tratamento é fontes utilizada pelo profissional na hora de selecionar o material.

A primeira técnica é conhecida como Livre. Uma porção de gengiva é coletada sendo indicada para procedimentos em regiões não estéticas e que necessitam de enxertos em boa extensão e volume. Quando se fala em Enxerto Conjuntivo elimina problemas como diferenças de cor entre gengivas e reduz riscos para cicatrizes teciduais visíveis. Outras técnicas como enxertos biossintéticos ou com tecidos animais carecem de maior eficácia e comprovação científica para o seu uso.

Recuperação do procedimento

O pós-operatório da cirurgia plástica gengival com enxertos é simples, mas exige delicadeza e atenção do paciente submetido ao tratamento. Nesta técnica, os cuidados para não deslocar o tecido gengival enxerto são até mais importantes do que a técnica cirúrgica adotada.

Os cuidados pós-operatórios restringem a movimentação excessiva dos lábios por até uma semana, o mesmo período em que a limpeza do local operado é realizada pelo dentista no consultório, sendo que duas consultas costumam ser suficientes. Restrições à dieta rica em alimentos rígidos são recomendadas nos primeiros 15 dias pós cirurgia, período a partir do qual a escovação normal e habitual já pode ser retomada sem riscos pelo paciente.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Odonto atende enxerto gengival:


ANS

0800 730 7373

atendimento@idealodonto.com.br

Ouvidoria

4003 3428

ouvidoria@idealodonto.com.br

Cartões