mau hálito garganta

Saiba tudo sobre mau hálito garganta

Se tem um problema relacionado a saúde bastante incômodo e que interfere nas relações sociais de uma pessoa é a halitose, ou mau hálito garganta. O odor desagradável exalado pela boca pode interferir na autoestima de um indivíduo e inclusive trazer problemas psicológicos que precisam ser tratados por meio de uma psicoterapia. O mau hálito garganta não é um problema apenas de saúde, é algo que mexe com o emocional, por isso exige tratamento o mais rápido possível.

E quando alguém percebe que está sofrendo com esse problema, a primeira atitude a tomar é procurar por um auxílio profissional, seja de um médico ou de um dentista. No caso de mau hálito garganta, a origem desse problema pode estar relacionada a enfermidades como cáseo – uma saliência nas amígdalas – ou amidalite, que se dá por meio de um processo inflamatório nessa região.

Se houver suspeita de há cáseo ou amidalite, é indicado procurar por um otorrinolaringologista para que ele possa examinar a área, obter um diagnóstico mais preciso e indicar um tratamento apropriado para o caso. Lembrando que se automedicar nunca é uma opção recomendada, ainda mais por se tratar de inflamações que devem ser combatidas com anti-inflamatório ou antibióticos, medicamentos que exigem uma orientação profissional.

Mau hálito garganta e outras causas

Uma ressalva que deve ser feita é que o mau hálito garganta nem sempre tem essa origem. Por isso é bastante importante uma avaliação inicial seja de um dentista ou de um médico para que haja um diagnóstico e então o paciente seja encaminhado para o tratamento mais adequado a causa, que aliás pode ser de diversas áreas, como:

  • Problemas bucais – processos inflamatórios do dente e da gengiva, como gengivite e periodontite podem gerar mau hálito entre outros sintomas;
  • Tabagismo – o hábito do cigarro, charuto, cachimbo ou narguilé traz, entre outros efeitos negativos para o corpo, a halitose;
  • Desidratação – não beber quantidade suficiente e água por dia, trazendo uma sensação desagradável de boca seca;
  • Estresse – um problema bastante comum e que é constantemente confundido com mau hálito garganta é relacionado a fatores emocionais como tensão, ansiedade e depressão;
  • Adversidades estomacais – problemas como gastrite, úlcera e principalmente refluxo gástrico são causadores de halitose.

Não confunda halitose com mau hálito temporário

Uma questão importante na hora de lidar com esse assunto é saber identificar quando se trata de mau hálito garganta ou causado por algum outro motivo sério como os mencionados no tópico acima, ou quando o odor desagradável é temporário, o que não é considerado um problema de saúde.

E esse cheiro passageiro pode ser percebido em duas situações: quando se ingere um alimento muito condimentado, especialmente com alho e cebola, ou logo após ao acordar, antes da primeira escovação e do desjejum. Portanto, se houver um hálito desagradável nessas duas situações, não há com o que se preocupar, pois não se trata de um problema de saúde, e sim de uma condição natural do organismo reagindo a determinadas situações de forma saudável.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Odonto atende mau hálito garganta:


ANS

0800 730 7373

atendimento@idealodonto.com.br

Ouvidoria

4003 3428

ouvidoria@idealodonto.com.br

Cartões