periodontite avançada

Periodontite avançada, como lidar?

De acordo com levantamentos da área, milhões de pessoas no Brasil sofrem com doenças periodontais diversas, entre elas a periodontite avançada. E ela acontece porque houve uma série de manifestações bucais que foram ignoradas e que permitiram que esse quadro chegasse em um estágio mais complexo e perigoso da doença. E quando se fala que aconteceu diversos sinais no organismo que antecederam a periodontite avançada, na realidade, se trata de outras doenças como placa bacteriana, tártaro, gengivite e periodontite (geralmente nessa ordem).

E por serem problemas bastante comuns não é raro encontrar uma pessoa que não tenha o acúmulo de placa bacteriana (ponto de partida de diversos problemas orais) em seus dentes. Logo, não é tão difícil assim encontrar pessoas que estejam a procura por tratamentos para periodontite avançada.

Esse processo inflamatório causado por micro-organismos pode ser tratado de diversas maneiras, porém, é de grande importância que aos notar primeiros sintomas vá o quanto antes ao especialista da odontologia, normalmente um periodontista (profissional especializado em questões relacionadas ao tratamento da gengiva). Pois somente assim se tem chances de não perder um dente para a periodontite avançada.

Como a periodontite avançada se manifesta?

Antes de ser periodontite avançada, essa doença já passou por outros estágios, e para cada um deles há tratamentos que podem variar entre medicamentos como anti-inflamatório ou antibiótico, e procedimentos para tentar remover a região afetada, que aliás, quando se trata de periodontite avançada, normalmente a infecção já chegou ao tecido ósseo. E, portanto, para evitar que chegue ao ponto de estar com uma periodontite avançada, observe se há um ou mais dos sintomas listados a seguir:

  • Dentes frouxos, moles como se fossem de leite – há casos em que o dente pode até cair;
  • Pode haver também um recuo gengival, que é nitidamente percebido pela aparência mais comprida do dente;
  • Devido a essa retração da gengiva, haverá uma maior sensibilidade nos dentes ao ingerir comidas ou bebidas quentes ou frias e geladas;
  • Um outro sintoma bastante visível é a formação de bolhas de pus ao redor dos dentes e gengiva;
  • Dores nos dentes e na mucosa gengival é bastante comum em casos de periodontite avançada;
  • Isso tudo sem contar a halitose e até uma possível e desagradável alteração no paladar.

Saiba como se precaver

Como já mencionado nas linhas anteriores, a periodontite avançada é a evolução de um longo caminho, e que normalmente, na maioria dos casos pode ser prevenido. E para evitar o início desse problema, o indivíduo deve manter uma boa rotina de escovação dental, com uma escova de cerdas macias (pode ser alguma elétrica), de no mínimo três vezes ao dia ou após as refeições.

Fora isso, usar fio dental diariamente e utilizar enxaguante bucal ao menos em dias intercalados para limpar toda a boca é fundamental. Fora isso, fazer um acompanhamento odontológico no mínimo semestral e manter hábitos saudáveis como não fumar e beber pelo menos dois litros de água por dia são cuidados que farão diferença na saúde bucal.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Odonto atende periodontite avançada:


ANS

0800 730 7373

atendimento@idealodonto.com.br

Ouvidoria

4003 3428

ouvidoria@idealodonto.com.br

Cartões